Hoje eu queria falar sobre backups. Aquela segurança nossa contra os dados voláteis de cada dia.

Quando realizamos o seguro do carro, não pensamos que vamos bater… mas sabe-lá, tem tanta gente boa nos orgãos responsáveis vendendo carteira que torna-se uma preocupação válida né?

Quando fazemos um plano de saúde pensamos mais na saúde, do que propriamente na falta dela…

Seja o seguro do carro, seu plano de saúde, ou mesmo aquele depósito mensal na poupança, nossa preocupação é sempre a mesma: devemos nos proteger para quando as coisas falharem.

E na visão de um administrador de redes isso se chama backup.

Mas será que é fácil assim fazer um backup ? Sim,  não é tão complicado assim!

Veja quais são os 7 passos para fazer um backup bem feito:

  1. Descobrir quais informações devem ser salvas
  2. Gerar um arquivo compactado destas informações
  3. Transportar o arquivo de backup
  4. Testar a integridade do arquivo e dos arquivos inclusos
  5. Automatizar o processo
  6. Fazer backup do backup
  7. Revisar tudo

Agora que já sabemos os passos, é só caminhar…

1. Descubra quais informações devem ser salvas

Num primeiro instante pode ser difícil responder, de repente e com exatidão, o que é importante pra guardar.
Ou o que é que precisamos copiar para que tenhamos tranquilidade no futuro.

Quando me deparo com esse dilemas, adoto a seguinte idéia: Copie tudo quanto couber !

Em segundo lugar, pense nas coisas que mais lhe preocupam ou poderiam te causar transtorno tê-las de volta:

  • documentos relacionadas à dinheiro e comprovantes burocráticos
  • identidade: senhas, documentos e contas bancárias
  • documentos de família, trabalho, projetos
  • emails, mensagens

Anote tudo quanto se lembrar e faça o backup.

2. Gere um arquivo compactado das informações

Um backup que se preze deverá ao menos, gastar menos espaço do que os dados que ele guarda, de forma a simplificar o gasto financeiro com o mesmo.
Por isso, compacte seu arquivo. Dessa forma será muito mais fácil levá-lo a outro lugar.

As próprias ferramentas de backup já proporcionam opção de compactação, use-as.

Nota: Se possível utilize uma senha na geração do arquivo, isso irá te poupar de problemas como roubo ou extravio do arquivo.

3. Transporte o backup para um lugar seguro

Agora que você criou o backup é necessário levá-lo para um lugar longe de onde ele foi feito!
Para isso podemos utilizar diversas opções, cada uma atendendo a um gosto e uma necessidade: DVD, Blue-ray, Pendrives, FTP, ssh, CDs, mula, .

4. Teste a integridade do arquivo e dos arquivos inclusos

A regra básica é: não confie até que tenha chegado ao final.
Assim que o arquivo tiver sido transportado para um lugar mais seguro nada mais natural que testá-lo não é mesmo!!!

Faça ao menos um teste mensal do seu backup, pois se ele não estiver funcionando, de nada adianta o trabalho que você está tendo! Faça valer seu esforço!

5. Automatize o processo

Computadores, servidores, laptops e celulares: todos estão aí para nos servir. Então porque não utilizá-los?

Também não importa seu sistema operacional – Windows, Linux, Mac… – sempre há alguma ferramenta gratuita para realizar backups.
Agende seu programa de backup para ser executado pelo menos 1 vez ao mês, ou em menor tempo se necessário.

6. Faça backup do backup

Muito bem!!! Fez o backup, hein! Está tranquilo não é?

Será? Conhece aquele ditado dos os ovos na mesma sacola?

Dependendo do que está sendo guardado e do quanto ele pode valer no futuro, sugiro manter as cópias, no mínimo, em 2 lugares diferentes.
Assim sua tranquilidade realmente estará garantida!

7. Revise tudo

Não é que eu seja chato, embora pareça, mas estamos falando aqui de recursos e/ou informações que nos custaram um bom tempo pra conseguir.

Talvez não existam em nenhum outro lugar, talvez não tenhamos as mesmas oportunidades ou quem sabe são itens únicos (como as fotos das últimas férias na sua viagem à praia).

Pois o último passo é: dar uma última conferida! Só pra fechar com chave de ouro!

Espero ter ajudado no que é importante para você! Humm, e por falar em coisas importantes, já fez seu backup hoje?

Compartilhe