A Política é um campo de trabalho como outro qualquer, e lá, como em outros lugares, há trabalhadores que se destacam pela capacidade efetiva de trabalho, e outros, que infelizmente, pela suas fraquezas. Ainda que não sejamos diplomados com o mandato político, desempenhamos papel crucial no desempenho daqueles que elegemos para nos representar. Vamos descobrir como?

Proposta: Adote um político

Numa tentativa simples, mas legítima, procuramos sugerir aqui, algumas dicas importantes para chegar ao resultado almejado: representantes que se esforcem para honrar compromissos, que atendam suas responsabilidades e que busquem superar as próprias fraquezas contando com o auxílio de todos. Nossa proposta é a seguinte: cada um de nós – eleitores – irá eleger pra si 1 político e adotá-lo!Fique à vontade para adotar mais de 1 se o seu coração couber. Não importa se ele é prefeito, vereador ou presidente, o importante é que você perceba, assim que exerceu seu voto, que assumiu um compromisso com a vida de milhares de outras pessoas. Compromisso esse que pode render uma vida melhor, ou uma pior pra todas elas.

A adoção

Aquele que contrata um funcionário para sua empresa, já imagina que terá que lhe ensinar alguns detalhes do trabalho, afinal de contas, raramente alguém vai chegar sabendo de toda rotina interna da empresa, mas também imagina que esse funcionário tem a capacidade mínima necessária para exercer sua função. Da mesma forma, quando pedimos um favor a alguém, esperamos no mínimo que o outro cumpra a sua parte, fazendo aquilo que não sabemos ou não podemos no momento. Podemos então entender essa adoção da mesma forma: vamos fornecer o conhecimento e experiência que temos, esperando auxiliar, mas em contra-partida, desejamos o mínimo de compromisso e responsabilidade perante a função adquirida pelo político em questão. Quais serão então nossas posturas?  Como é possível auxiliar esses representantes que se incumbem de tarefas tão árduas, difíceis e honrosas?

  • Rezar por ele
  • Acompanhe o seu trabalho
  • Converse com ele
  • Auxilie-o
  • Retire-o da função

Rezar por ele

Políticos são pessoas normais, como eu e você, ficam doentes, têm suas desilusões, sofrem e riem. Infelizmente, ou felizmente, escolheram uma carreira difícil. Assim como não negamos uma oração a quem sofre numa cama de leito, também não devemos negar uma vibração positiva a alguém que viva entre tentações e sofrimentos todo o tempo. Por isso: rezemos (em silêncio) pelo trabalhador político, rogando proteção a ele para que consiga vencer as próprias fraquezas, e para que se venca as tentações que o dinheiro e poder incitam, nas questões diárias em sua vida

Acompanhe o seu trabalho

Uma mãe, ao adotar uma criança, não espera que ela cresça sem cumprir o mínimo de suas obrigações de estudo e de casa, e ao tempo devido, as obrigações de trabalho. Assim também nós não devemos deixar de acompanhar aquele que elegemos como nosso representante. Será que ele está trabalhando em algo útil? Em algo que é realmenteum problema que vivenciamos? Se nós nos dispusermos a acompanhar nossos eleitos, acredito sinceramente que muitos deles passarão a trabalhar com mais seriedade!

Converse com ele

A vida, com seus desafios e dificuldades, exige de nós motivação, ânimo e objetivos. Não é diferente na política. Raros são os partidos políticos que oferecem aos seus associados objetivos honrados, concretos e REAIS. Se muito, temos a retórica e os discursos ilusórios, no esquecimento vão ficando o trabalho silencioso e eficiente. Mande carta, envie email, telefone. Não importa o meio, faça ele saber que existe alguém torcendo para que as coisas dêem certo, e que ele pode escolher fazer parte disso. Alerte-o, encoraje-o, faça-o perceber que ele não está só.

Auxilie-o

Acreditamos, pelos discursos e falas de campanha, que tal ou qual político seja conhecedor de todas as qualidades e conhecimentos necessários para resolver os problemas que enfrentamos, motivo pelo qual, votamos nele. Ainda assim, vários políticos estão desejosos de ajudar, mas não o fazem por não dispor do conhecimento adequado e suficiente. Por isso, se você apresenta domínio da matéria ou problema discutido, forneça material público capaz de elucidar as questões importantes e ajudar na solução. Não é só ele quem passa pelo problema, somos todos nós. Seja diferença!

Retire-o da função

As exigências do novo mundo já não comportam o desperdício alucinado e a corrupção que presenciamos. O mundo novo pede colaboradores capacitados e esforçados, corajosos e perseverantes, mas acima de tudo, pede pessoas comprometidas com o Amor e com a Justiça. Pra que esses colaboradores existam, precisam ser educados assim. Quem adota uma criança, sabe que deve amá-la (já sabia disso de antemão), mas sabe também que precisa orientá-la nas questões de certo e errado, Se infelizmente com todo o suporte oferecido, não puderam honrar o cargo, faz-se necessário,  para atendimento mais amplo às necessidades da sociedade e do progresso, que o mesmo seja retirado do cargo pelos meios legais vigentes!

Bônus: participe de outras iniciativas populares

Várias pessoas já acompanham de perto o que está acontecendo na política:

E vocẽ, porque ainda não se juntou a elas? Ninguém está sozinho nesta vida, toda ajuda que ofertamos retorna em algum momento. Felizmente, esses trabalhadores também não estão sozinhos, pois pela sua natural posição, são merecedores de nossa atenção, apreço e auxílio. Reflita e colabore!

Compartilhe